Mamografia digital

A importância do exame para detectar o câncer

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres. De acordo com o INCA, as taxas de mortalidade por câncer de mama no Brasil são elevadas por causa do diagnóstico tardio. A mamografia é um exame fundamental para detectar a doença, porém a maioria das mulheres não fazem.

Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, menos de 25% das mulheres, entre 50 e 60 anos, fazem a mamografia regularmente, ou seja, mais da metade não realiza a avaliação.

O exame, que pode ser feito em um laboratório de imagem, é indicado uma vez a cada dois anos, para as mulheres acima de 50 anos, ou até mais cedo, dependendo do histórico familiar. Essas são as orientações dadas pelo INCA. É importante ressaltar que quando o câncer é diagnosticado rapidamente existe 90% de chance de recuperação.

Mamografia Digital X Mamografia Convencional

Ambos os exames necessitam de qualidade na imagem para que o diagnóstico seja preciso. Porém, a mamografia digital apresenta algumas vantagens. Veja quais são:

  • Redução de tempo na realização do exame;
  • Doses mais baixas de radiação;
  • Qualidade da imagem;
  • Diagnóstico mais preciso;
  • Percepção de diagnóstico maior em mulheres com mamas densas;
  • Armazenamento de imagens;
  • Detecção de tumores na fase subclínica.

Muitas mulheres que fazem a mamografia convencional precisam repetir o exame para obtenção de imagens complementares. Em alguns casos o médico possui dúvida no diagnóstico e, por isso, pede a repetição do exame. Com a mamografia digital essa reconvocação foi diminuída.

Outro benefício da mamografia que merece ser destacado é o auxílio nas biópsias. Com a rapidez e a qualidade da imagem é possível realizar a intervenção com mais velocidade.

Prevenção

Apesar de muitas pessoas desconhecerem o fato, a obesidade aumenta o risco de desenvolver a doença. Portanto, manter uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos é premissa básica e obrigatória. Ingerir álcool, mesmo que moderadamente também é um fator de risco, assim como a exposição frequente a radiações ionizantes em mulheres que possuem idade inferior a 35 anos.

O autoexame das mamas não é considerado o método mais eficaz para detecção precoce do câncer. Porém, é importante que faça parte da rotina da mulher para que a mesma conheça o próprio corpo. Mesmo assim, vale salientar que o exame das mamas feito pela mulher não substitui os exames que são realizados em laboratório de imagem ou em clínicas de radiologia.

2018-08-17T13:35:37+00:00